Laboratório de Microscopia Eletrônica / NAP

 O Departamento de Fitopatologia e Nematologia ( LFN ) resultou do desmembramento do antigo Departamento de Entomologia, Fitopatologia e Zoologia Agrícola  (LEF) ocorrido em 2009, ficando constituído pelas áreas de Fitopatologia e Nematologia. O LFN dedica-se ao ensino de graduação e pós-graduação, à pesquisa e extensão nas seguintes especialidades:
 
    Bactérias e Fitoplasmas Fitopatogênicos
    Defensivos Agrícolas e Fungicidas
    Doenças de Pós-colheita
    Clínica Fitopatológica e Diagnose de Doenças de Plantas
    Epidemiologia e Controle de Doenças de Plantas
    Fisiologia e Bioquímica Fitopatológica
    Genética e Genômica das Interações Planta-patógeno
    Micologia
    Microscopia Eletrônica
    Patologia Florestal
    Patologia de Sementes
    Virologia Vegetal
 
    O treinamento nestas especialidades é importante para a formação de engenheiros agrônomos, engenheiros florestais e biólogos, especialmente para aqueles que almejam atuar na área de Fitossanidade.
    O Setor de Fitopatologia ocupa parte do prédio que abriga também as áreas de Horticultura e Botânica dos Departamentos de Produção Vegetal e Ciências Biológicas, respectivamente, onde se encontram os seus laboratórios de aulas práticas e de pesquisa em suas diversas especialidades. Possui também área experimental de aproximadamente 7.000 m2 , contendo um complexo de casas de vegetação e laboratórios, onde são conduzidos trabalhos de pesquisa. Abriga ainda a Clínica Fitopatológica Prof. Hiroshi Kimati  e o Laboratório de Patologia de Sementes, que atendem a comunidade na diagnose de doenças de plantas e sanidade de sementes, respectivamente.
    O Setor de Nematologia, por sua vez, ocupa a maior parte do Pavilhão Salvador de Toledo Piza Jr., mais conhecido como Prédio da Zoologia, incluindo três laboratórios de pesquisas, sala asséptica, sala de processamento de amostras, dois ambientes para pós-graduandos e estagiários de iniciação científica, biblioteca setorial especializada, salas de docentes e a Clínica Fitonematológica, esta última com mais de 40 anos de existência e prestação de serviços à comunidade. Anexo ao prédio, há, ainda, duas casas de vegetação (uma de vidro) e telados para a condução de experimentos.
    Dentro de seus diferentes setores e especialidades, são desenvolvidos no LFN programas integrados de pesquisa, através de convênios com instituições nacionais (públicas e privadas) e internacionais, com intenso intercâmbio científico com instituições de diferentes partes do mundo, promovendo a formação e treinamento de alunos e de profissionais.